Anturio moderniza gestão do resort Quinta do Lago

 

Ligamos para si gratuitamente

Novidades anturio #10 – Maio de 2018
4 Setembro, 2018

A Anturio foi a empresa selecionada para atualizar o ERP da Quinta do Lago, fruto das novas necessidades daquele resort algarvio, fruto de um plano de investimento de 50 milhões de euros, que teve lugar nos últimos 6 anos. A melhoria da área de gestão de tesouraria e de clientes foi uma das vantagens mais sentidas pela empresa turística.

Lisboa, 23 de abril de 2018 – Para fazer face a um forte investimento plurianual, que implicava a implementação de novos módulos ao ERP PHC já utilizado, o resort algarvio Quinta do Lago recorreu à Anturio, fruto da experiência e do know-how demonstrados pela empresa no trabalho com software PHC. O resultado superou as expectativas, nomeadamente pela adoção de melhoramentos sugeridos pela Anturio que trouxeram benefícios à gestão administrativa.

Nos últimos 6 anos, o resort Quinta do Lago, no Algarve, recebeu um plano de investimento de 50 milhões de euros, que envolveu a abertura de 4 novas infraestruturas na área da restauração, uma área de lazer de mini -golfe e um complexo multidesportivo denominado The Campus, idealizado como Centro de Alto Rendimento desportivo. O projeto abarcou ainda a renovação integral do Quinta do Lago Norte.

Esta renovação criou a necessidade de implementar vários módulos adicionais ao ERP utilizado, com o objetivo de criar interfaces específicos, de modo a fazer a ligação entre os diferentes softwares multidisciplinares de cada área de negócio ligados ao PHC: Golfe, SPA e Restauração. Outro dos desafios consistia em implementar uma plataforma de compras que permitisse a todos os colaboradores, das mais diversas áreas de negócio da empresa, efetuar as notas de encomenda, incluindo um workflow de aprovações.

«Numa empresa com a dimensão da Quinta do Lago, com a multidisciplinaridade e idiossincrasias inerentes a cada negócio, as especificidades e necessidades eram muitas, pelo que a solução a implementar teria de responder a determinados requisitos, como assegurar a integridade dos dados a nível fiscal, respeitando ciclos e processos automatizados e programados», explica Miguel Sousa, CFO da Quinta do Lago. «Era também necessário automatizar tarefas manuais e redefinir os processos existentes para cada um dos utilizadores», acrescenta o responsável.

Além disso, o resort precisava de garantir o suporte ao crescimento da empresa, assim como «obter todos os dados necessários para controlar a empresa de uma forma mais rápida e eficaz», avança Miguel Sousa. Por outro lado, continua o responsável, «era essencial melhorar significativamente a área de gestão de tesouraria e de clientes, melhorar o controlo de dívidas e dos prazos de recebimento e permitir à empresa operar melhor no dia a-dia, para conseguir respeitar deadlines».

Foi então decidido implementar uma gama mais avançada do ERP PHC, que respondesse melhor às necessidades da Quinta do Lago. A Anturio foi a empresa escolhida para implementar esta solução. «Era importante ter um parceiro com know-how e recursos para desenvolver as interfaces necessárias, bem como otimizar os recursos do PHC utilizados, nomeadamente a plataforma Web», desvenda Miguel Sousa. «O nosso briefing para a Anturio foi complexo, mas claro e a empresa demonstrou estar à altura do nosso projeto», adiciona.

«Foi uma implementação longa e que ocupou vários recursos da Quinta do Lago, ao longo de um ano, nas várias áreas de ação dos projetos e que contou com o total apoio da Anturio e da sua equipa, existindo uma simbiose quase perfeita entre a parte tecnológica e o negócio», explica ainda o responsável.

A interação das diferentes interfaces é feita através da importação de dados, que permite à Quinta do Lago não sobrecarregar a sua estrutura administrativa com os múltiplos movimentos que ocorrem diariamente no resort, permitindo a automatização de processos e lançamentos contabilísticos.

«No caso da plataforma de compras, a solução desenvolvida foi através do PHC Web, de fácil acessibilidade, baixo investimento e um sistema de workflow de aprovações adequado às especificidades da em presa», aponta ainda o CFO. «Estamos muito satisfeitos com a Anturio, pela capacidade de resposta demonstrada, dinamismo, apoio e aconselhamento ao longo de todo o processo», sublinha.

«Demonstraram grande responsabilidade e critério, propuseram soluções, sugerindo melhoramentos que trouxeram benefícios à gestão administrativa e foram mais do que um prestador de serviços, tendo constituído, na verdade, um parceiro valioso», enaltece Miguel Sousa.

A estratégia para o futuro passa agora por continuar a desenvolver a utilização do PHC, otimizando ao máximo os recursos existentes, sendo que, a curto prazo, a Quinta do Lago adquiriu o PHC Enterprise com os módulos: Contabilidade, Gestão, Imobilizado, Pessoal, Frota, RH, BPM, POS, Web e Multilingua.

«O papel da Anturio nesta estratégia é o de um parceiro que caminha ao nosso lado, com o objetivo de melhorar constantemente o desempenho do PHC e de nos ajudar a automatizar e a otimizar os processos administrativos e qualitativos da empresa», refere ainda o responsável.